segunda-feira, 17 de julho de 2017

Programa curso de Estética facial e o Ayurveda



Programa curso de
Estética facial e o Ayurveda
Como tratar a sua face



Vou desta vez abordar um tema que é ainda desconhecido da maioria das pessoas e muito pouco abordado, vou falar sobre LAVANYA SUTRA e vou descrever o porquê, e, como as Indianas tratam e cuidam de si, da sua pele e de si em geral através de técnicas simples e com produtos facilmente disponíveis.
Recomento uma vista de olhos á minha publicação no blog em 2013.
http://ayurveda-gdm.blogspot.pt/2013/11/lavanya-sutra.html
O que é Lavanya Sutra?
Lavanya sutra é uma terapia da Ayurveda que efectua principalmente os cuidados de beleza, como a própria palavra diz Lavanyam ou lavanya significa beleza e sutra é um conjunto de orientações ou técnicas. Esta técnica garante uma qualidade da pele saudável sendo tratado exclusivamente com produtos naturais.
A preservação da qualidade de vida e o procura do bem estar físico são abordados na terapia do Lavanya sutra em que é tratada a pele, o cabelo, os olhos, a boca, os pés e as mãos( neste caso vamos só tratar a face).
Ayurveda entende que a beleza exterior depende da saúde geral de uma pessoa tal como a beleza física está intimamente ligada à saúde física. Se considerarmos os três ingredientes de vitalidade Ojas, Tejas e Prana verificamos a importância que uma lubrificação e libertação de resíduos e toxinas que são designados como Ama, vão beneficiar todas as características físicas corporais, como o brilho da pele, que brilha no rosto, e expressão do olhar, que numa primeira abordagem dependem sempre de uma boa alimentação, de um processo digestivo eficiente e de uma hidratação adequada.


Programa:
Princípios básicos do Ayurveda
Os doshas e a pele
A saúde dos tecidos vistos pela pele e pelo cabelo.
O poder digestivo e a pele
Os marmas da face
Tratamentos e cuidados
A pele e a sua absorção
Os óleos e a pele
Tratamentos: 
Limpeza, esfoliação, tonificadores, mascara de limpeza, mascara nutritiva, mascara para peles secas.
Aplicação Prática:
Técnicas a utilizar:
Tratamentos com óleos, com Kansus e com Pindas.

E necessário efectuar marcação ou pelo facebook por email: ayurveda.gdm@gmail.com ou pelo contacto 966058320

consulte mais em 
http://ayurveda-gdm.blogspot.pt/2015/02/estetica-e-o-ayurveda-como-tratar-sua.html

A quem se destina:
O curso destina-se a todos os que gostam de si e pretender tratar a sua pele

Se os resultados obtidos forem condizentes com a qualidade exigida e com o empenhamento necessário para uma aprendizagem qualificada, no final do curso será passado um certificado de Participação.


Investimento:
inscrição até dia 30  de Julho – 160€
inscrição até dia 30 Agosto – 180€
inscrição posteriormente ao dia 30 de Agosto - 200€
Aos preços acresce o Iva em vigor

A desistência do curso não implica qualquer devolução de montantes liquidados.

Programa com calendário


Dia 16 Setembro
9.30 | 13.00
Princípios básicos do Ayurveda
Os doshas e a pele
A saúde dos tecidos vistos pela pele e pelo cabelo.
O poder digestivo e a pele
Os marmas da face


14.30 | 18.30
A pele e a sua absorção
Os óleos e a pele
Preparação de óleos
Preparação de pastas




Dia 23 Setembro
9.30 | 13.00
Tratamentos e cuidados

Preparação dos materiais para efectuar os tratamentos:
Tratamentos
Limpeza, esfoliação, tonificadores, mascara de limpeza, mascara nutritiva, mascara para os vários tipos de pele



14.30 | 18.30
Aplicação prática dos tratamentos




Dia 30 Setembro
9.30 | 13.00
Tratamentos e cuidados

Introdução ao Kansa Vatki e aos Kansus
Tratamentos faceais e aplicação de técnicas de Kansa Vatki com Kansu


14.30 | 18.30
Introdução as técnicas com pindas
Elaboração de pindas
Tratamentos faceais e aplicação de técnicas de Pindas









domingo, 16 de julho de 2017

Venha praticar meditação connosco


    Venha praticar meditação connosco





Não existe concentração (jhana) sem sabedoria (pañña),
nem existe sabedoria sem concentração.

Oferecer a verdade é o presente que supera todos os demais presentes. O sabor da verdade supera todos os demais sabores.
O prazer da verdade supera todos os demais prazeres.
A libertação do desejo é o fim do sofrimento. Dhp 354



Depois de alguns anos de experiencia na pratica de meditação e de ter efectuado também alguns anos a sentar venho propor-me ajudar quem quiser iniciar a prática de meditação e de cada um por si iniciar o seu processo de evolução pessoal.
Sabendo que hoje é cada vez mais difícil iniciar autonomamente a prática de meditação será preferível participar am locais onde possa iniciar o processo e fazer com que o seu corpo aprenda a respeitar os momentos de prática e os momentos de sentar sejam mais apaziguados e que possam trazer muita paz e muita harmonia individual.
O propósito é construir uma turma em que cada um tem um lugar próprio para se sentar e essa será o seu lugar de modo a respeitar o seu lugar e sentir o espaço como seu.
Não irei falar sobre a prática de meditação e o que ela produz, pois hoje muitos estudos científicos falam sobre a  meditação e estão mais que provadas as suas vantagens de uma prática regular
A prática da meditação irei considerar vários temas fundamentais no processo de encontrar o caminho.

Encontro com o nosso ser interior
A postura
A respiração
A foco
A importância de uma prática regular e diária
O corpo e as suas sensações
O varrimento corporal
A focalização corporal
A observação
A equanimidade
Metta


Todo o processo de meditação não tem curso mas sim o sentar e praticar numa prática diária.

Horário:
Segundas das 19 as 19.45
Numa fase inicial as práticas serão uma vez por semana e todas as segundas feiras
Inicia dia 11 de Setembro

Local da Meditação:
Instituto de Medicina Ayurveda
Rua dos Carregais, 671  Gondomar

consulte video
https://youtu.be/FAnwi2Rf3d8

Para ficar mais esclarecido aqui fica outro video que ilustra o poder da meditação

video



sexta-feira, 30 de junho de 2017



Aqui fica a justificação da minha pequena ausencia 



segunda-feira, 17 de abril de 2017

Ardhanarishvara






Ardhanarishvara
Ardhanarishvara representa a síntese perfeita do ser e a fusão de formas masculinas e femininas, incorporando Prakriti e Purusha, considerando as energias femininas e masculinas do cosmos e também se manifesta como Shakti o Sagrado Feminino, e Shiva, o princípio masculino.
Ardhanarishvara indica também que "a totalidade está além da dualidade" e que a natureza humana é essencialmente igual às duas energias a masculina e feminina. Falamos sempre destas duas energias como fazendo parte do ser como um todo sendo indivisível mas considerando sempre as duas partes iguais.
Purusha é hoje comumente entendida como "homem", apesar de na filosofia samkhya este não ser o seu significado e Prakriti significa natureza ou criação. Numa designação do hoje considerando como Purusha é a fonte da criação pelo motivo que é Purusha o indutor que faz com que as coisas aconteçam. Mas tudo acontece quando Prakriti está em consonância com a sua existência ou quando ela está num estado de criação, permitindo assim que tudo se encaixasse e a criação apareça. Se um ser humano nasce, ou um animal nasce, ou um cosmos nasce, está a acontecer a mesma coisa, o que num entendimento humano se referencia como masculino ou masculino.
Considerando uma visão tradicional todo o ser humano surge por causa de um único acto, por causa da cópula, mas pode acontecer de qualquer maneira, pode acontecer de forma irresponsável, negligente, com força, com raiva, com ódio - não precisa necessariamente de acontecer através de um acto maravilhoso e de amor, mas de qualquer maneira a população vai aparecendo. Tudo o que acontece a seguir no útero é que não pode acontecer de qualquer maneira, tem que acontecer de uma maneira muito ordenada, carinhosa, pacificada e bonita, caso contrário, pode ser que tudo não funcione e que a vida por algum motivo não aconteça.
Então, quando olhamos para este processo que pode ser considerado como um acto mas que define a criação e que se  identifica como Purusha, mas o que faz com que tudo aconteça e que possa evoluir para a vida é designado por Prakriti ou natureza, sendo este o motivo que a natureza é representada como feminina
A fusão desses dois opostos tem de coexistir na vida de cada um, e indica que para que o ser seja completo tem de coexistir numa estrutura mental, material e espiritual. Shiva e Shakti são inseparáveis ​​e interdependentes, o que indica que ambas as forças opostas são uma e a mesma e não podem ser consideradas como duas identidades individuais.



Geralmente numa cultura íconica a metade de Shakti ficada situada à esquerda do Ardhanarishvara e Shiva é mostrado no lado direito, também tradicionalmente a esposa está sentada à esquerda do marido. O lado direito está associado a traços masculinos e a um funcionamento cerebral com lógica, direcção e pensamento sistemático. O lado esquerdo (Vamabhaga) está relacionado com o coração, portanto, também está associado com as características femininas, tais como criatividade e a intuição. Mas estas duas forças também simbolizam a fertilidade o crescimento e a capacidade reprodutiva considerando estas forças supostamente opostas tornarem-se então não-dual, que no final se torna impossível diferenciar o masculino no feminino.
Muitas referências do Tantra Shastra consideram a forma hermafrodita do Ardhanarishvara como sua divindade tutelar, como representa a divina união entre os Prakriti e Purusha.
Esta consciência do feminino que hoje a sociedade e mesmo as mulheres têm entendido a natureza feminina como fraqueza, em que as mulheres tentam e se enquadram nesta forma de vida mundial gerado pela economia. Tudo está a ser gerido e se enquadra como a lei da selva em que, o que sobrevive é o mais apto, mas que no final tudo é gerido de uma forma dominante e masculina ( mesmo quando gerida pelo feminino). Escolhemos sempre o poder da conquista grosseira sobre as subtilezas do amor, da compaixão e do abraço da vida.
Ao nos analisar-mos pode-mos verificar que temos apenas masculino, mas no final o que vamos analisar é que no geral temos tudo, mas numa consideração mais específica é que não temos nada e que no final não conseguimos nesta sociedade nutrir o que é feminino, basta analisar o que se passa nas escolas em que as disciplinas mais sensoriais como música, arte, filosofia e literatura são preteridas em detrimento das ciências e das tecnologias. Se esta alteração não for efectuada e não acontecer, não haverá espaço para o feminino no mundo, e ao mesmo tempo se não existir este equilíbrio entre masculino e feminino então vamos todos andar aos papeis, sem entender a nossa estrutura de vida e as nossas vidas irão ser muito incompletas e desequilibradas.



Para os mais aqui deixo o link do Mantra a Ardhanarishvara
https://www.youtube.com/watch?v=DlQX6uKHAkQ
fiquem felizes e procurem em vocês o lado feminino 

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Ayurveda e a Primavera



Ayurveda e a Primavera

  



Chegou a primavera ( designada no Ayurveda como vasanta) e com ela a época dos novos começos, de nascimento, da renovação e crescimento, chegou o sol e com ele o fogo e o calor – é nesta estação que tudo abre, as sementes germinam, as flores abrem, as andorinhas aparecem, a nossa natureza desperta. Não é só a natureza que se transforma nós também nos transformamos e com isto sentimos necessidade de nos limparmos da densidade acumulada no Inverno todo este processo de limpeza se vai traduzir no rejuvenescimento do nosso corpo, na limpeza dos acúmulos e dos desequilíbrios, mas nem tudo é tão certo assim pois outras pessoas conotam a primavera com alergias, constipações, etc. esta é a variável que a medicina Ayurvéda tenta tratar no intuito de considerar cada ser um ser com a sua estrutura e o seu biótipo, por isso adapta a estrutura do individuo a cada estação que se designa por Ritucharya ( ritu significa estação e charya movimento)

A primavera é uma estação em que o calor aumenta e as temperaturas ficam mais amenas, o sol aparece com mais força e o sol é o agni( fogo digestivo), a energia e o elemento transformador, na Medicina Ayurvédica quando não temos um bom agni o corpo arrefece o surge o aparecimento de ama (toxinas)

Cada dosha pelas suas características vai reagir de um modo diferente a cada estação
A nível da alimentação e com a chegada do tempo mais quente, faz com que a necessidade de alimentos mais pesados e nutrientes seja substituído por alimentos mais leves.

O estilo de vida também se altera, pois aparece uma intensão de cuidar mais de si e de olhar mais para si. Nota-se que com a Primavera ficamos mais sociáveis e mais libertos, mais espontâneos, os dias ajudam pois ficam maiores e aproveitamos mais os lindos raios de sol, podendo tirar partido de maiores caminhadas, de uma maior exposição ao sol de fim do dia.

Nesta estação não devemos dormitar durante o dia e devemos compensar o nosso corpo com líquidos mais nutritivos no sentido de evitar as securas corporais.

O acordar deve ser cedo para aproveitar o máximo o dia e aproveitar para regularizar a sua rotina diária ( dinacharya) em que as refeições devem ser a horas, devemos tonificar o corpo tomando banho com água tépida mais para o frio, massajar o corpo diariamente de modo a estimular as energias e os fluxos estagnados deve também vestir roupas mais soltas e libertas, a hora de dormir deve ser cedo de modo a que o novo dia surja sem sono e sem cansaço

O tipo de alimentação é sempre difícil de considerar tendo em conta a estação pois cada individuo tem uma estrutura e um biótipo que reage de modo diferente a este período do ano, mas vou procurar encontrar um termo médio mas qualquer situação pontual deve sempre consultar um médico ou um terapeuta Ayurvédico.

O sabor predominante da Primavera é o sabor adstringente

O Kapha deve aproveitar esta estação para limpar o inverno tendo cuidado que para ele é esta estação e os acúmulos de kapha são muito, como tal deve inserir na sua alimentação alimentos mornos e mais secos.
São os Kapha os propensos às alergias e às alterações de saúde nesta estação.

Os sabores mais indicados
Picante
Adstringente
Os sabores menos indicados
Doce
Salgado
Amargo


Os Vata saem do que consideram o seu terror que é o frio e desde logo aumentam exageradamente as saladas o que os vai secar mais devem aproveitar esta estação para se poderem nutrir e como eu digo encontrarem o seu desfloramento. Considerando o ghee e um bom azeite como elementos que podem ajudar a nutrir esta secura corporal acumulado no Inverno.

Os sabores mais indicados
Doce
Salgado
Adstringente suave
Picante suave
Os sabores menos indicados
Ácido


Os Pitta vão entrar numa estação que não lhes é muito confortável que é o Verão e devem aproveitar a Primavera para se prepararem para passar o mais comodo possível a estação de maior sofrimento o verão

Os sabores mais indicados
Amargo
Doce
Picante muito leve
Adstringente muito suave
Os sabores menos indicados
Salgado


No geral sucos e batidos podem ser uma boa opção de nutrição adaptando cada suco às necessidades de cada dosha de modo a que a digestão seja mais leve e de fácil absorção.

Deve sempre evitar bebidas frias e gelados pois se o metabolismo não estiver a funcionar bem a digestão ficará mais lenta e os alimentos terão maior dificuldade de ser absorvidos.

Evite alimentos crus pelo mesmo motivo a dificuldade de absorção, uma das boas opções é cozinhar os legumes a vapor.

Cada dosha deverá utilizar a sua massala ( mistura de especiarias para cada dosha)  de modo a estimular o seu prato com os sabores que necessita para que a absorção dos alimentos sejam maiores.

Como é normal deve evitar nesta estação ingerir alimentos pesados, oleosos e fritos, isto considero que não deve ser só nesta estação mas em todas.

Procure fazer as 3 refeições diárias, será preferível jantar mais cedo e ao deitar já ter a digestão feita do que lanchar e jantar muito tarde.

O que deve evitar como costumo dizer se estamos numa estação em que tudo no nosso corpo abre, devemos aproveitar para introduzir coisas boas, portanto devemos evitar os alimentos fast foods, doces, refrigerantes, comidas frias e bebidas frias e geladas

Quais as plantas ayurvédicas a ingerir nesta estação:
Como referi atrás estamos numa estação de abertura assim podemos tratar o nosso sistema imunitário como tal devemos incluir uma mistura de plantas Ayurvédicas o Chyavanprash, também devemos estimular um pouco e aqui temos de ter sempre atenção ao biótipo mas as plantas para esta estação são a pimenta preta, a corcuma, o triphala, a erva doce, o gengibre e a canela.

Terapias para esta estação do ano 

Para os três doshas:
Abhyanga - Olaeção corporal de modo a desobstruir e estimular todo o corpo 
Swedana – banho de vapor
Nasya

Para Vata
Shirodhara,
Massagem cabeça e face
Karna purana
Pinda sweda Em casos mais graves de secura 

Pitta
Shirodhara
Netra vasti

Kapka
Nasya – Limpeza nasal para desobstrução de mucos 
Udwartana





terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Pare de perder tempo com pessoas que não lhe dizem nada


Resultado de imagem para perder tempo com pessoas erradas


Há alturas que nos pomos a escrever as coisas que podemos estar a sentir e nem sabemos o que sai, mas no final quando lemos existem coisas que fazem todo o sentido e faz com que não possamos amolecer a algumas pessoas que momentaneamente fazem parte e estão presentes na nossa vida

Como parar de perder tempo com as pessoas que não querem e estar atento a quem o rodeia.


 A vida é muito curta para perder tempo com pessoas que sugam a sua alegria

Você está a tentar ajudar alguém e quer fazer as outras pessoas felizes?
Analise alguns procedimentos que fazem com que você esteja errado.
Como parar de perder tempo com os pessoas que não querem ….
Muitas das posturas na nossa vida tem de ser alteradas
Não deixe que as pessoas considerarem as suas atitudes e a sua maneira de 
ser uma piada.

Tenha em atenção quando as pessoas pensam que podem fazer o que você faz 
e desvalorizam e desconsideram o que você diz.

Não tente ajudar e convencer as pessoas a alterar e a perceber as suas ideias, 
tenha atenção se as pessoas  tem necessidade de alterar alguma coisa na 
sua vida.

Não desperdice energia com quem não tem potencial, nem com ninguém que 
pensa que sabe tudo e não tem a humildade de perceber onde está e o que quer.

Quando sabe o que está a dar e a oferecer deve focar-se, ter atenção e estar 
concentrado nas pessoas que querem aprender e naqueles que o respeitam e 
que o procuram.

Quando estiver envolvido com diversas pessoa  esteja atento aquelas que 
simplesmente querem benefícios e que querem encontrar soluções para os 
seus problemas pois essas não vão ter a lucidez do que estão a receber.

Distancie-se dos que só estão interessados neles pois nunca vão aceitar nada 
seu e irão exigir sempre.

Devemos ter sempre em atenção que as pessoas se movem pelo medo e pelas 
necessidades. Elas não querem perder dinheiro e pensam sempre que os outros 
lhe estão a dar pouco e pouca atenção e a marginaliza-los.

Se estiver atento a estas premissas irá entender as características das pessoas 
que querem na realidade estar consigo e aceitam tudo o que você é e transmite.

Por outro lado fique atento às pessoas que vão em rebanho pois estas não sabem 
o que querem e exigem sempre muito mais de si pois o que lhes der mesmo que 
seja muito nunca é o suficiente.

Acredite no seu potencial e não se coloque em dúvida, não deixando que interfiram 
nas suas actividades, na sua maneira de estar e de viver.

No meio disto tudo seleccione sempre as pessoas que querem estar consigo e com 
o seu projecto de vida.

Não se deixe influenciar por alguma coisa que as pessoas lhe pagam, acredite sempre 
que elas estão a receber muito na troca que está a ser feita.

Acredite que quando forem contactar com outras pessoas irão valorizar o que você 
lhe está a dar.

Tenha sempre atenção com as pessoas que apresentem muita dor ou muito prazer, 
elas estarão mais vulneráveis e mais tarde o irão colocar em questão.

Quando as pessoas tem urgência e muitas das vezes desejo em determinada coisa 
e a querem adquirir rápido considere sempre pois há muitas coisas que só o tempo 
vai ensinar.

Nunca seja muito atencioso e educado pois facilmente as pessoas confundem estas 
emoções e podem ou mesmo irão abusar de si.

Nunca ninguém irá relacionar-se consigo pela cara que você tem ou por aquilo que 
expressa mas sim por aquilo que é e pela sua competência.

Acredite que o que você faz  e oferece ninguém pode fazer melhor pois você dá tudo
para que tudo funcione bem.

É importante que aborde os seus princípios e tenha vontade, autonomia, capacidade
de decidir as coisas que considera mais importantes, e não decida pela vontade dos 
outros.

Será feliz quando o que se propõe encaixa nas necessidades das outras pessoas e a 
própria pessoa percebe e entende isso.

Nunca lute contra ninguém nem procure remar sozinho pois terá muita dificuldade 
de encontrar e de efectivar os seus projectos.

Não tenha medo de identificar pessoas isso dá-lhe maior lucidez e afirmação individual.

Nunca perca muito tempo com pessoas que o distraem e lhe tirem o foco pois pode-se 
destrair demasiado dos seus objectivos e do que realmente interessa.