quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Encontro Internacional de Medicina Ayurveda


Aqui está o programa definitivo do Encontro Internacional de Medicina Ayurveda

Inscreva-se e garanta o seu lugar

aguardamos por si

Faça com que estes eventos se possam organizar com maior assiduidade em Portugal e aqui no norte.

não falte





sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Festas Felizes


Grato a todos os que fazem deste blog um êxito








domingo, 18 de dezembro de 2016

Raspador de língua



Vou complementar um artigo que já coloquei no blog mas vou acrescentar algumas novas descrições e novas opiniões sobre os raspadores da língua.
Vou iniciar com uma citação de Charaka Samhitá IV-74,7










 "Higiene oral: raspagem de língua
Raspadores de língua, que são curvos, não apresentando zonas cortantes, são fabricados com metais como ouro, prata, cobre, estanho e latão.
A sujidade depositada na raiz da língua obstrui a expiração e dá origem ao mau hálito; sendo assim a língua deve ser raspada regularmente."


Raspador de língua, também chamado limpador de língua é utilizado na higiene oral sendo concebido para limpar a acumulação de bactérias, resíduos de alimentos, fungos, e as células mortas da superfície da língua (ver imagem microscópica da língua). As bactérias e os fungos que crescem sobre a língua estão relacionados com os problemas de saúde em geral. Além disso, as bactérias produzem compostos voláteis de enxofre na parte traseira da língua,  que em muitos dos casos são as responsáveis pela produção de mau hálito.  Algumas das bactérias que são facilmente removidas da língua com o raspador de língua são as mesmas bactérias responsáveis pelo mau hálito, pela dor e infecção da garganta.


Imagem microscópica da língua 

 A ideia da limpeza da língua é simples: a maioria das bactérias orais acumulam-se principalmente dentro das papilas filiformes e no fundo da língua, formando a saburra (placa esbranquiçada que cobre a superfície da língua)



Limpeza da língua tem sido usada desde os tempos antigos na Índia
A medicina tradicional indiana, recomenda a limpeza da língua como parte de um regime de higiene diária, para remover os detritos tóxicos, conhecida no Ayurveda como Ama .
No século 19 os  raspadores de língua artesanais eram feitos de ouro,  prata, cobre, marfim, carapaça de tartaruga, neste momento os mais utlizados são os de aço inox, cobre e prata. 













 
 É bom para os dentes. Assim como escovar os dentes, com a raspagem da língua.


Sobre os benefícios ...
Embora não haja uma grande investigação sobre os raspadores de língua, os estudos clínicos demonstraram que a remoção de bactérias, células mortas, etc como disse atrás em que os alimentos depositados na língua produzem mau hálito e esta técnica ajuda a remover os detritos e significativamente ajuda com o mau hálito. A maioria dos profissionais sugerem escovar a língua para remover este material, o raspador de língua é apenas uma ferramenta mais sofisticada para o mesmo fim.
A medicina Ayurveda considera que a raspagem da língua remove AMA. AMA é o subproduto tóxico de alimentos mal digeridos. Acredita-se que os alimentos se vão alojando no corpo produzindo obstruções, sendo identificados através da língua. Portanto, a fim de digerir correctamente a próxima refeição, é preciso remover esses detritos da sua língua.
Com a língua limpa os sabores são mais sentidos e apreciados. Este é um dos pontos mais críticos para o Ayurveda, a boa digestão começa com bom gosto dos alimentos e da  salivação. Acredita-se que quanto mais sentir o gosto, maior é a consciência da assimilação dos alimentos: com isto vai apreciar melhor a comida, digerir melhor, ouvir o seu corpo quando ele está cheio, e assim por diante. É mais uma daquelas receitas Ayurvédicas muito simples mas que fazem todo o sentido. Aproveite o tempo, e tenha uma língua limpa, para saborear e apreciar a sua comida.
a irá  livrar-se de coisas desagradáveis ​​na boca, também ajuda em toda a higiene oral, com os dentes e com as gengivas.

A medicina Ayurveda utiliza o exame da língua como método auxiliar no diagnóstico pois a língua exibe sinais e sintomas muitas vezes de doenças ainda em fase precoce, deste modo, é possível diagnosticar uma patologia que pode provocar a falência de um órgão ou sistema.

Alguns dos elementos a ter em conta na língua são a forma, a cor, a cor da superfície, secura da língua, as fissuras entre muitas outras,  assim, uma prática diária de limpeza da língua vai estimular todos os órgãos e fazer com que o próprio diagnóstico seja mais eficiente.


Como usar o raspador de língua:


Em primeiro lugar devemos sempre lavar o raspador de língua antes de usar.
Introduza o raspador na boca (conforme imagem anexa).
Deve introduzir o mais fundo possível.
Pressionando suavemente o raspador contra a língua vá arrastando-a para o exterior.
Repita o procedimento de um lado ao outro da língua.
No final deve bochechar com água e deitar a água fora
Nota: No princípio se a língua estiver muito suja não deve insistir tirar tudo de uma vez deve ir raspando a língua de modo a esta atingir a cor natural e a libertação de Ama.






Quantas vezes deve limpar a língua?
Eu costumo dizer sempre que lavamos os dentes.



Que raspador de língua devemos usar?
Como dizem os textos antigos todos os raspadores são de metal, sendo hoje os mais utilizados os de aço inox, os de cobre e os de prata.
Pense sempre que quando está a utilizar raspadores de plástico, está a introduzir materiais oriundos de petróleo em contacto com uma parte sensível do nosso corpo.


Caso esteja interessado em adquirir um raspador de língua pode contactar através de Email

Raspador de língua

 


Vou complementar um artigo que já coloquei no blog mas vou acrescentar algumas novas descrições e novas opiniões sobre os raspadores da língua.
Vou iniciar com uma citação de Charaka Samhitá IV-74,7










 "Higiene oral: raspagem de língua
Raspadores de língua, que são curvos, não apresentando zonas cortantes, são fabricados com metais como ouro, prata, cobre, estanho e latão.
A sujidade depositada na raiz da língua obstrui a expiração e dá origem ao mau hálito; sendo assim a língua deve ser raspada regularmente."


Raspador de língua, também chamado limpador de língua é utilizado na higiene oral sendo concebido para limpar a acumulação de bactérias, resíduos de alimentos, fungos, e as células mortas da superfície da língua (ver imagem microscópica da língua). As bactérias e os fungos que crescem sobre a língua estão relacionados com os problemas de saúde em geral. Além disso, as bactérias produzem compostos voláteis de enxofre na parte traseira da língua,  que em muitos dos casos são as responsáveis pela produção de mau hálito.  Algumas das bactérias que são facilmente removidas da língua com o raspador de língua são as mesmas bactérias responsáveis pelo mau hálito, pela dor e infecção da garganta.


Imagem microscópica da língua 

 A ideia da limpeza da língua é simples: a maioria das bactérias orais acumulam-se principalmente dentro das papilas filiformes e no fundo da língua, formando a saburra (placa esbranquiçada que cobre a superfície da língua)



Limpeza da língua tem sido usada desde os tempos antigos na Índia
A medicina tradicional indiana, recomenda a limpeza da língua como parte de um regime de higiene diária, para remover os detritos tóxicos, conhecida no Ayurveda como Ama .
No século 19 os  raspadores de língua artesanais eram feitos de ouro,  prata, cobre, marfim, carapaça de tartaruga, neste momento os mais utlizados são os de aço inox, cobre e prata. 

















É bom para os dentes. Assim como escovar os dentes, com a raspagem da língua.


Sobre os benefícios ...
Embora não haja uma grande investigação sobre os raspadores de língua, os estudos clínicos demonstraram que a remoção de bactérias, células mortas, etc como disse atrás em que os alimentos depositados na língua produzem mau hálito e esta técnica ajuda a remover os detritos e significativamente ajuda com o mau hálito. A maioria dos profissionais sugerem escovar a língua para remover este material, o raspador de língua é apenas uma ferramenta mais sofisticada para o mesmo fim.
A medicina Ayurveda considera que a raspagem da língua remove AMA. AMA é o subproduto tóxico de alimentos mal digeridos. Acredita-se que os alimentos se vão alojando no corpo produzindo obstruções, sendo identificados através da língua. Portanto, a fim de digerir correctamente a próxima refeição, é preciso remover esses detritos da sua língua.
Com a língua limpa os sabores são mais sentidos e apreciados. Este é um dos pontos mais críticos para o Ayurveda, a boa digestão começa com bom gosto dos alimentos e da  salivação. Acredita-se que quanto mais sentir o gosto, maior é a consciência da assimilação dos alimentos: com isto vai apreciar melhor a comida, digerir melhor, ouvir o seu corpo quando ele está cheio, e assim por diante. É mais uma daquelas receitas Ayurvédicas muito simples mas que fazem todo o sentido. Aproveite o tempo, e tenha uma língua limpa, para saborear e apreciar a sua comida.
a irá  livrar-se de coisas desagradáveis ​​na boca, também ajuda em toda a higiene oral, com os dentes e com as gengivas.

A medicina Ayurveda utiliza o exame da língua como método auxiliar no diagnóstico pois a língua exibe sinais e sintomas muitas vezes de doenças ainda em fase precoce, deste modo, é possível diagnosticar uma patologia que pode provocar a falência de um órgão ou sistema.





Alguns dos elementos a ter em conta na língua são a forma, a cor, a cor da superfície, secura da língua, as fissuras entre muitas outras,  assim, uma prática diária de limpeza da língua vai estimular todos os órgãos e fazer com que o próprio diagnóstico seja mais eficiente.


Como usar o raspador de língua:


Em primeiro lugar devemos sempre lavar o raspador de língua antes de usar.
Introduza o raspador na boca (conforme imagem anexa).
Deve introduzir o mais fundo possível.
Pressionando suavemente o raspador contra a língua vá arrastando-a para o exterior.
Repita o procedimento de um lado ao outro da língua.
No final deve bochechar com água e deitar a água fora
Nota: No princípio se a língua estiver muito suja não deve insistir tirar tudo de uma vez deve ir raspando a língua de modo a esta atingir a cor natural e a libertação de Ama.

Quantas vezes deve limpar a língua?
Eu costumo dizer sempre que lavamos os dentes.



Que raspador de língua devemos usar?
Como dizem os textos antigos todos os raspadores são de metal, sendo hoje os mais utilizados os de aço inox, os de cobre e os de prata.
Pense sempre que quando está a utilizar raspadores de plástico, está a introduzir materiais oriundos de petróleo em contacto com uma parte sensível do nosso corpo.


Caso esteja interessado em adquirir um raspador de língua pode contactar através de Email

sábado, 10 de dezembro de 2016

4º Encontro Internacional de Medicina Ayurvédica


Olá a todos, depois de algumas decisões eis que o Congresso de Ayurveda se vai realizar aqui em Gondomar. Para aqueles que estão sempre a dizer que não se organiza nada aqui eis uma oportunidade de assistir e participar neste Congresso.
Não se esqueça que é com a presença de todos que ficamos com vontade de organizar novos eventos e Congressos portanto não deixe de aparecer e inscreva-se já.

espero por si




A Associação Portuguesa de Medicina Ayurveda tem como missão a divulgação, promoção e formação em Medicina Ayurveda. Desta forma os Encontros que promovemos contam com Terapeutas nacionais e internacionais que praticam Medicina Ayurveda.

Valor da participação: 10€* para garantir a sua inscrição 
* Os 10€ serão devolcidos com a participação no evento.

Para participar neste encontro deverá realizar uma inscrição prévia e pagamento do valor indicado acima para amayur.eventos@gmail.com

Acompanhe o instagram, o facebook e o nosso site serão confirmados os convidados para este encontro.


Informações em:
http://www.amayur.org/
amayur.eventos@gmail.com
+351 916 103 551
+351 919 367 716

sábado, 12 de novembro de 2016

Os 12 Segredos de saúde com a Pimenta preta numa visão Ayurvédica


Os 12 Segredos de saúde com a Pimenta preta
numa visão Ayurvédica

A pimenta preta é um fruto pequeno, as bagas são originárias de uma trepadeira Piper nigrum L. que se desenvolve nas florestas equatoriais da Ásia é normalmente redondo e tem a particularidade de ser verde quando em planta, com uma cor ligeiramente vermelha quando madura e depois fica mais amarela ou também com uma tonalidade verde clara.





É uma das especiarias conhecidas mais antigas e utilizada desde a época de Hipócrates como um remédio e condimento. Os seus grãos, secos e moídos, são muito usados na culinária de diversos países. Tem um sabor forte, levemente picante, proveniente de um composto químico chamado piperina


É um ingrediente essencial na cozinha indiana e, portanto, é acessível e útil no tratamento de uma série de doenças comuns.

É a especiaria designada como o Imperador das ajudas digestivas, pois é um dos mais fortes estimulantes digestivos da natureza.

A pimenta é constituída por piperina, que é idêntico em composição a morfina. Pode-se formar um óleo volátil que é incolor, tornando-se amarelo com a idade, com um odor forte. 


As variedades da pimenta, também designada como pimenta-do-reino apresenta-se em 4 cores : verde, branca, vermelha e preta.



Pimenta verde
Para produzir a pimenta verde, as espigas são colhidas quando os grãos atingirem 2/3 do desenvolvimento e é preparada por um dos seguintes processos:
a) no primeiro, as espigas são debulhadas e os frutos colocados em salmoura durante 24 horas, em seguida é feita a drenagem e a renovação da salmoura;
b) no segundo processo, a pimenta debulhada é colocada em salmoura por 30 minutos;
c) no terceiro, a pimenta debulhada é colocada em salmoura durante 72 horas.

Pimenta-branca
Para preparar a pimenta branca, os grãos são colhidas quando os frutos apresentam a coloração amarelada ou vermelha. As espigas são colocadas em sacos de plástico sem serem debulhadas, e depois são maceradas num tanque durante 12 dias.

Pimenta-vermelha
A pimenta vermelha é preparada a partir de espigas colhidas quando os grãos se apresentam com a casca lisa, de coloração vermelha a ligeiramente púrpura. Após a colheita, a pimenta é debulhada e processada de forma semelhante à pimenta verde.

Pimenta-preta
Para produzir a pimenta preta, as espigas são colhidas quando as drupas estão completamente desenvolvidas, e apresentam uma cor verde clara ou mesmo amarelada, sendo depois debulhadas, existindo produtores que não costumam debulhar a pimenta. Sendo neste caso as bagas colocadas ao sol para secar  e durante o processo de secagem as bagas secas vão se desprendendo da espiga.


Pimenta-do-reino
Pimenta preta
Nome científico: Piper nigrum L.
Nome sânscrito: Marich,maricha
Nome Hindi:   Kalimirch, Gulmirch, Gulki
Família:           Piperaceae
Também conhecida como pimenta-redonda 
Parte usada: frutos secos

Como curiosidade Marich também é designado como o nome do sol.

Propriedades Ayurveda:
Sabor (Rasa):  picante (Katu)
Qualidade (Guna) (:   Tiksna (Móvel) e laghu (leve)
Vipaka ( efeito pós digestivo) :  picante (Katu)
Virya ( potencia ):  quente )
Doshakarma ( efeito sobre os doshas):  Equilibra Vata e kapha, aumenta Pitta

Consultar mais em:

Pimenta preta é especificada em termos de Ayurveda como -
 Deepniye - estimula o fogo gástrico
Krimighana  - actua como um Vermífugo (erradica vermes abdominais)
Shool Prashmana - aniquila a dor.

Neste caso como estimula o agni e o Pitta é estimulante da digestão e do metabolismo. É carminativa, alívio dos sintomas relacionados com o enjoo, as náuseas e os vómitos, por isso é antiemético tem também uma acção vasodilatadora, e apresenta também uma acção expectorante, antipirética e analgésica.

Quais os dathus em que actua: no plasma, sangue, no tecido adiposo e no tecido nervoso (majja), por isso tem uma acção directa sobre o sistema digestivo, circulatório e respiratório.

Quem deve usar:
Pessoas com acumulo Vata e kapha e que tenham deficiência do sistema digestivo e com pouco agni mesmo nos Pitta
Para o sistema respiratório, combate a gripe, as constipações, sinusites, comgestão dos seios nasais, no tratamento ayurvédico de bronquite  e asma.
Para o sistema digestivo é indicada para quem tem má absorção e acumulo de toxinas no colon e para quem apresenta uma digestão débil e um mau processo digestivo.
Por ter estas propriedades de estimular o agni e actuar no tecido adiposo é utilizada como estimulador de queima de gorduras sendo por isso utilizada para controlar a obesidade


Os 12 efeitos da pimenta preta na saúde

1 . Para aliviar a indigestão usar na sua dieta diária, juntando com mais plantas cozinha como tomilho, funcho, coentro, cominho e assa-fétida. É uma planta que pela sua acção quente e picante beneficia as doenças relacionadas com Vata e Kapha.

2 . A pimenta preta é de grande utilidade no caso de sofrer ataques regulares de tosse, tanto para a tosse alérgica e persistente, neste caso deve usar dois a três grãos de pimenta preta, adicionar algumas sementes de cominho e um pouco de sal. Mantenha essa mistura na boca e sentir o alívio. Outra solução uma colher de chá de pimenta e uma colher de chá de mel para um copo de água quente e beber (o mel nunca deve aquecer).  No caso de tosse seca juntar 2 a 3 colheres de pimenta preta moída na hora, adicionar 1 colher de açúcar mascavado e a mesma quantidade de ghee da pimenta, formar uma mistura e tomar duas a três vezes por dia.

3. Durante a primeira fase das constipações, quando ainda se manifesta uma secreção aquosa contínua.  Aqui devemos utilizar meia colher de chá de pimenta preta em pó dissolvida num copo de leite ou de bebida de cereais e deve ser tomado quente e ao deitar.

4. O pó de pimenta pode ser usado para massagear os dentes e pode proporcionar alívio da dor de dentes na doença periodontal ou periodontite (antigamente designada por Piorréia), quando há sangramento e sensibilidade das gengivas que pode estar associada com hemorragia. Para esta condição, tente dar as gengivas uma massagem suave de pimenta preta em pó  com cravinho e com a adição de um pouco de sal.

5. A pimenta preta também pode ser usada no caso de anorexia ou perda de apetite, uma pequena quantidade de pimenta preta pode ser tomado com leitelho. Quando há rouquidão da voz, tente tomar alguns grãos de pimenta e açúcar mascavado e mastigar ou simplesmente manter na boca. 

6. pimenta preta também é benéfica em caso de febre, neste caso deve colocar um quarto de uma colher de chá de pó num copo de água e depois adicionar um pouco de açucar mascavado, o que deve ser feito 4 vezes ao dia.

7. Em problemas respiratórias recorrentes de tosse e constipação deve tomar gengibre, pimenta preta e pimenta-longa, estas plantas tem de estar na mesma proporção e mesmas quantidades. Podem estar em pó e podem ser ingeridas duas vezes ao dia e misturadas com mél.

8. Para obstruções nasais e impossibilidade de respirar correctamente, aqui deve a lota e fazer o Jala Neti em que deve colocar meia colher de pimenta preta em pó na água morna e meia colher de sal de rocha, ou adicionar pimenta preta, cardamomo, cominhos e canela. Estes pós devem estar na mesma quantidade e cheirar três vezes ao dia.

9. Para aliviar a urticária ou mesmo alergias na pele, deve tomar um pouco de pó pimenta preta com um copo de água morna duas vezes por dia. Também em problemas de pele mais comuns como as espinhas e furúnculos podemos adicionar pimenta preta e ghee na mesma quantidade e aplicar nas zonas afectadas.

10. De modo a combater alergias sazonais, pode-se preparar uma decocção que deve colocar a ferver pimenta preta, tomilho, raiz de alcaçuz, sementes de cardamomo, manjericão e gengibre. Deve ser tomada quente uma ou duas vezes por dia.

11. O condimento de pimenta preta também faz um bom tónico cerebral, adicionar pó de brahmi com ghee, pimenta preta e açúcar. Além de aumentar os fluidos cerebrais, beneficia também os olhos. Para os olhos a ingestão assídua de pó de pimenta com mel auxilia na melhora da visão.

12. Uma das utilizações mais conhecidas é o uso de pimenta preta e corcuma, sendo a curcumina um poderoso anti oxidante, anti inflamatório e anti carcinogénico, e que ajuda o sangue, fígado, coração, sistema imunitário e articulações. A Pimenta preta por seu lado possui um ingrediente activo chamado Piperina que tem a capacidade de aumentar a Biodisponibilidade das outras substâncias.


A dosagem recomendada de pimenta preta:
A pimenta preta em pó deve ser moida no acto, mesmo no momento de se usar.
O recomendado geralmente 1/2 a 1 1/2 colheres de chá de Pimenta preta em pó, ao longo do dia. Isto equivale a 5 a 10 grãos moídos em pó

Quatro modos de preparação:

Em infusão ou decocção: 3 a 5 gr para 100ml de água. Tomar 60ml por dia duas a três vezes por dia.
Como leite medicado: 2 a 3 gr para 200ml de leite. Tomar 100ml por dia duas a 3 vezes por dia.
Em pó: 10 a 50mg duas a três vezes por dia com anupana (é o líquido que é aconselhado, funciona como veículo) adequado
Ghee medicado ( piper nigrum gritha): 50 gr duas a três vezes por dia

Contraindicações:
por segurança não deve ser usado durante a gravidez como tratamento, e também em pessoas com gastrites, ulceras digestivas, cistites, inflamações no trato intestinal e rins em suma quando há excesso de Pitta.

Actuação:
Como vimos em tudo o que é sistema digestivo, por isso actua no inchaço do estômago, arrotos, enfartamento, obstipação, distensão, indigestão, flatulência,  náuseas , dor de estômago, no sistema urinário, na gnonorreia, como gargejo auxilia na paralisia da língua, vertigens, paralisia, artrite e muitas mais.

Importante:
 A piperina não deve ser combinada com elementos adstringentes, pois torna-se inerte.

Pimenta e a alimentação:

A pimenta actua como estimulante do suco gástrico a ajuda na digestão por isso a devemos juntar a alimentos que pela sua natureza sejam difíceis de digerir tais como carne, queijos, a alimentos muito gordurosos como molhos, alimentos muito industrializados, alimentos com pesticidas, com conservantes e corantes, e muitos outros.